Como eliminar a indesejável “barriguinha”?

como-acabar-com-a-indesejavel-barriguinha

Normalmente quando se inicia o processo de emagrecimento, muitas pessoas tendem a querer que a sua “barriga” vá para o espaço. Sabe-se que apenas a atividade física não reduz a gordura abdominal, e sim uma alimentação saudável e equilibrada. Isso ocorre porque os exercícios físicos contribuem apenas fortalecendo a musculatura da região abdominal, não tendo […]

Artigo escrito por Estética Brasil

Normalmente quando se inicia o processo de emagrecimento, muitas pessoas tendem a querer que a sua “barriga” vá para o espaço. Sabe-se que apenas a atividade física não reduz a gordura abdominal, e sim uma alimentação saudável e equilibrada.

Isso ocorre porque os exercícios físicos contribuem apenas fortalecendo a musculatura da região abdominal, não tendo ação nas camadas de gordura. Desse modo, a alimentação torna-se prioritária para remoção da temida e famosa “barriga”, pois influencia diretamente sobre as camadas de gordura.

Para melhorar a saúde e eliminar a gordurinha na região abdominal, devemos:

  • Evitar o consumo de carboidratos simples (ex. arroz branco, massas, pães e etc.) a noite, ou seja, após as 19:00 horas, pois é exatamente após este horário que os carboidratos se convertem em gordura;
  • Evitar o consumo de líquidos durante as refeições;
  • Aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras, ou até acrescentar fibras nas refeições: linhaça, aveia, gérmen de trigo;
  • Não consumir bebidas alcoólicas;
  • Não deitar após as refeições;
  • Consumir frutas e verduras, evitando aquelas que aumentam os gazes intestinais, como a pêra;
  • Evitar o consumo de alimentos industrializados, principalmente os embutidos;
  • Não consumir alimentos que favorecem a flatulência, como: feijão, (principalmente o verde), brócolis, repolho, pepino, ovos;
  • Fazer as refeições em horários regulares e fracioná-las. É indicado realizar uma refeição a cada 3 horas;
  • Consumir cerca de 2 litros de água por dia;

Lembre-se: a prática de atividade física associada a uma boa alimentação tem resultados excelentes para o organismo inteiro.

Colunista - Carolina Cortezpor Carolina Cortez
Graduada em Nutrição pela FARN e Colunista do Estética Brasil
Cursando especialização na área de Nutrição Clínica pela UnP
Entrar em contato

7 Comentários para 'Como eliminar a indesejável “barriguinha”?':
  1. Que matéria interessante, vivo na luta para eliminar essa gordurinha chata rs!
    Vou tentar seguir essas dicas e ver no que dá!

    Fernanda

    Responder

  2. Cássia Gomes disse:

    Menina nem fala, que sacrificio!
    Essas dicas são ótimas, o dificil é conseguir seguir !
    Ter uma motivação sempre é boa né rs!

    Beijos
    Cássia

    Responder

  3. ruth disse:

    essas dicas de saúde e beleza são muito válidas.
    gostei, continuarei conferindo as novidades.

    Responder

  4. saude amil disse:

    Muito legal essas orientações. a alimentação faz toda a diferença!

    Responder

  5. Késia' disse:

    Minha barriga ficou horrível depois do segundo filho. Alguém me ajuuuuude!!!

    Responder

  6. Duda Molinos disse:

    Por isso que dizem…..A gente é o que come!
    Muito boa matéria!

    Responder

  7. Edvania disse:

    gostaria de saber sobre tratamento estrias, encontrei varias coisas sobre celulite etc. Mas minha maior preocupação hoje são as estrias que veem me torturando dia a dia… cada dia que acordo parece que tem mais um monte. Acho que tenho tedencias para estrias, e me preocupo muito, pois meu parceiro quer que tenhamos um filho e vai ser um trauma pra mim se depois ou durante a gestação eu ficar com muiiiiitas estrias… ou pouco que seje… preciso de ajuda!! por favor me ajudem… ja fui no dermatologista e a unica coisa que ele disse foi que estrias durante a gestação podem ser evitadas se não engordar mais de 8/10 kilos. Mas quero um metodo de prevenção, algo que idrate e prepare minha pele, que de mais elasticidade… sei la não sei o que tem que ser feito, preciso de ajuda! obrigado

    Responder

    Estética Brasil Reply:

    Olá Edvania, iremos publicar mais tratamentos para estrias! Aguarde.

    Responder

Deixe seu comentário

*