Celulite na gravidez

Celulite na gravidez

A celulite, sem dúvida, é um dos males que mais incomodam a estética do corpo feminino. Sabemos que a prevenção continua sendo o melhor remédio para ela, mas mesmo mulheres magrinhas podem adquiri-la durante a gestação, devido ao aumento dos estrógenos (hormônios femininos) e de outros fatores que citaremos. Mas isso não é um grande […]

Artigo escrito por Estética Brasil

A celulite, sem dúvida, é um dos males que mais incomodam a estética do corpo feminino. Sabemos que a prevenção continua sendo o melhor remédio para ela, mas mesmo mulheres magrinhas podem adquiri-la durante a gestação, devido ao aumento dos estrógenos (hormônios femininos) e de outros fatores que citaremos. Mas isso não é um grande problema, pois existem muitos tratamentos que podem ser feitos depois da gravidez e que trazem resultados bastante satisfatórios.

Quem nunca teve celulite anteriormente pode ter na gravidez? Sim. Durante a gestação o nível de estrógenos aumenta consideravelmente, as células lipídicas aumentam seu volume (o que dificulta a circulação nas regiões de incidência) e a pele se torna mais tensa, gerando o aumento do fluxo vascular, retendo assim, mais líquido.

Prevenção

A drenagem linfática é a chave para a não retenção de líquidos nas regiões mais críticas. Cremes apropriados também são ótimas escolhas.

Sempre buscar orientação com um nutrólogo para que esse profissional lhe forneça uma dieta adequada para a prevenção. Essa dieta, de antemão, terá como regras básicas a preferência por carnes magras, a diminuição do consumo de sal e o aumento do consumo de frutas, verduras e legumes.

Realizar atividades físicas também é super recomendável. Para isso, busque orientação com um obstetra, para que esse defina uma agenda de acordo com a época da gestação do bebê.

Tratamentos pós-gestação

Se você não realizou uma boa prevenção ou até realizou, mas a celulite apareceu, não se preocupe, existem tratamentos que podem ser realizados.

A aplicação injetável de substâncias que estimulam a “quebra” da gordura, reduzindo assim o seu volume, a radiofreqüência (o Accent é um exemplo) e a carboxiterapia (aplicação de gás carbônico (CO2) através de infusão nos tecidos) são tratamentos bastante procurados atualmente para acabar com a celulite. Existem outros procedimentos como: subcisão (que estimula a maior produção de fibras colágenas), a endermologia (tecnologia Sistema de Rolos Controlados) e a eletroacupuntura, que faz o uso de aparelhos como o WQ.

1 Comentário para 'Celulite na gravidez':
  1. jaqueline souza disse:

    eu perdi o desejo sexual porque estou grávida e de vez em quando tenho sangramentos
    mais meu marido não compreende e acha que sou abrigada a cumprir com meus deveres como mulher, o que posso fazer para contornar essa situação?

    Responder

Deixe seu comentário

*