Cabelos: dicas para uma chapinha saudável

Cabelos: dicas para uma chapinha saudável

Mesmo com uma infinidade de opções existentes no mercado para alisar os cabelos, a chapinha está entre as preferidas das mulheres quando o assunto é deixar os cachinhos de lado. Conhecida no meio acadêmico pelo nome de prancha alisadora, a chapinha consegue realizar um sonho antigo de muitas mulheres, que é o de deixar os […]

Artigo escrito por Estética Brasil

Chapinha

Mesmo com uma infinidade de opções existentes no mercado para alisar os cabelos, a chapinha está entre as preferidas das mulheres quando o assunto é deixar os cachinhos de lado. Conhecida no meio acadêmico pelo nome de prancha alisadora, a chapinha consegue realizar um sonho antigo de muitas mulheres, que é o de deixar os cabelos lisos em um curto (ou nem tão curto assim) espaço de tempo.

Antes de mais nada é preciso conhecer o efeito biológico que a chapinha exerce em nossos cabelos: com o aquecimento dos fios, as pontes de enxofre (presentes em maior número nas mulheres de cabelo encaracolado) sofrem uma quebra temporária, permitindo que os cabelos fiquem mais maleáveis.

Cuidado! Existe um intervalo de temperatura no qual os cabelos passam de ‘domados’ para ‘queimados’, favorecendo o surgimento de pontas duplas e danificando as escamas de queratina, por isso sempre prefira chapinhas de cerâmica ou de porcelana, pois as de ferro esquentam sem limite. Evite fazer intervalos ao estar passando a prancha, diminuindo o risco de queimar os cabelos.

Facilite a chapinha com produtos de marcas que você confia. Utilize os termolábeis, que auxiliam no processo de alisamento e protegem os fios contra os efeitos maléficos do aquecimento e opte pelo ‘leave-in’ para finalizar.

Outra dica muito importante é a hidratação contínua dos cabelos, com tratamentos à base de queratina, que em casos mais sérios podem ser utilizados semanalmente. Para os cabelos que já estão danificados, recomenda-se um tratamento intensivo para a hidratação das hastes dos fios e para a restauração das escamas de queratina.

Agora se você pretende gastar uma boa quantia de dinheiro em seus cabelos para mantê-los lisos por um bom tempo, opte por outros tratamentos que não agridem tanto o cabelo, como por exemplo: a escova progressiva (que dura aproximadamente 20 lavagens) e a definitiva (que alisa hidratando os fios).

E lembre-se: não abuse. Seus cabelos também precisam de um descanso, por isso fique sem chapinha por algum tempo. Isso pode reanimá-los naturalmente. Aproveite seus cachos, que não deixam de ser muito charmosos!

1 Trackbacks/Pingbacks:
  1. Pingback: Cabelos: Dicas para uma chapinha saudável « Bijoux Mix em 23/11/2010;
51 Comentários para 'Cabelos: dicas para uma chapinha saudável':
  1. Juliane disse:

    uso chapinha toda vez que vou lavar meu cabelo, é uma necessidade, meu cabelo não é nem crespo, e nem muito liso, ele tem muito volume e não para liso, preciso de ajuda para saber oq faço para restaurar os fios do meu cabelo, eles estão acabados com o excesso de chapinha, e percebi que meu cabelo parou de crescer , é por causa da chapinha,oque faço para eles voltarem a crescer? bgs,

    Responder

Deixe seu comentário

*